Comentários

Estou à espera das vossas histórias!!!

Agora os comentários mais recentes ficam visíveis aqui ao lado. Os comentários a crónicas antigas já não ficam "perdidos" e todos sabemos o que isso custa...

Now the top chronicles will also be available in English. Look for the tag ENGLISH to see all of them. Have fun!

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Onde raio pára o Manuel Cardoso Ferreira?


Logo no primeiro artigo deste Blog fiz referencia a este "Dinossauro" da Orientação Portuguesa, referindo que foi ele a primeira pessoa a quem ouvi falar de Orientação e talvez que o facto de estar aqui hoje seja o resultado da forma apaixonado como o fez.

Mais do que uma busca de facto pelo Cardoso Ferreira, já que tenho mantido contactos regulares com ele, quero prestar aqui uma homenagem a este grande Senhor, que está a passar por problemas de saúde complicados, mas estou certo que com a sua determinação, irá seguramente vencer mais este desafio.

Conheci-o no longínquo ano de 1989, quando era Major e comandante do Batalhão de Instrução nos Comandos, em que eu estava incluído como instruendo. Já nessa altura era muito considerado no meio militar e recordo que tinha dois cognomes, cujas histórias desconheço: Capitão Granada e Máquina!

Foi também ele que incutiu em mim o gosto pelas actividades de cordas verticais, para as quais tinha já uma natural aptidão e não esqueço que me transmitiu o "segredo" de descer a corda de 10 metros invertido e sem mãos.
Embora fosse um Oficial Superior, sempre aplicou essa "superioridade"  sob a forma de trato afável e próximo aos seus subordinados, granjeando estima e admiração de todos eles.

Posteriormente estivemos juntos no projecto da Secção de Orientação da Associação de Comandos, que teve como ponto alto a obtenção do terceiro lugar no Campeonato Nacional de Estafetas em 1995/96, na Atalaia, em que para além de nós os dois, fez parte da equipa o nosso amigo Joaquim Sousa. O Cardoso entrou na equipa por impedimento do Paulo Alípio, o que ainda tornou o resultado  mais saboroso.

Mando aqui um grande abraço para o meu amigo Manuel, com votos de rápidas melhoras e renovo o desafio para se voltar a perder entre nós!

14 comentários:

  1. Um insigne pioneiro da modalidade no Exército e em Portugal.
    Um prezado amigo, para quem vai toda a minha estima e consideração.
    Estou a impetrar para que a recuperação seja breve e definitiva. Saúde!

    ResponderEliminar
  2. Para ti que o trouxeste à tua página um bem haja.
    Para o Cardoso Ferreira, um bom amigo, sempre gentil e amável, um abraço e reforço o teu desafio. Volte a perder-se connosco, num qualquer percurso de ORIENTAÇÃO. ISILDA SANTOS

    ResponderEliminar
  3. Ao Amigo e ao Camarada os sinceros votos de plena recuperação nesse percurso que o desafia. Almeida

    ResponderEliminar
  4. Ola ti Sérgio
    1º manda-me o contacto do ti Manel para o meu endereço e 2º a tal equipa de estafetas que falas foi no Entroncamento, no mapa da Atalaia, e ficamos em 3º na Geral, em Óbidos correu o Alípio e ai ganhamos.
    Gandabraço Sousa

    ResponderEliminar
  5. Obrigado Sousa, já corrigi a informação... parece que isto da idade já começa a pesar...

    ResponderEliminar
  6. Um bom homem, um grande amigo,um excelente militar. O Sérgio deu-me uma notícia que não me agradou nada. A situação vai, seguramente, ser ultrapassada.
    A minha total solidariedade com o Sr Cor. Cardoso Ferreira,grande amigo que muito estimo.

    ResponderEliminar
  7. Para além de nos termos partilhado o início do triatlo em Portugal (foi na Associação de Comandos que se deu início à Associação que viria a dar origem à FTP), voltamo-nos a encontrar numa preparação para o Challenger Trophy tendo o Cardoso Ferreira assegurado as nossas primeiras acções de formação na orientação. Era o longinquo ano de 1992 e foi em Mafra.
    Um grande abraço e os desejos de uma rápida recuperação.
    Leandro Silva

    ResponderEliminar
  8. Caro Amigo Manuel Cardoso Ferreira, fizemos juntos muitos percursos, muitos treinos... Discutimos estratégias para ajudar a crescer a Orientação... fomos companheiros de Equipa e adversários em provas... Sempre com Lealdade, Amizade, Fraternidade !
    Recordo bons momentos e sábias palavras de estímulo e incentivo para que Orientação seguisse sempre pela melhor opção de itinerário.
    Depois do nosso último contacto telefónico fiquei com a certeza que esta fase menos boa é passageira e que em breve poderemos contar com a teu sorriso, o teu ânimo e a tua alegria.
    Um grande abraço com amizade
    Higino Esteves

    ResponderEliminar
  9. Luis,

    deixaste a mim e a uns tantos com vontade de experimentar a descida da corda de 10m de tal maneira tao aventureira! :)

    Hoje em conversa com algumas "velhas glórias" da Amadora que estão comigo aqui no Afeganistão, lembrei-me deste teu post, e também desta foto da descida!

    Tens que me ensinar o segredo ;)

    ResponderEliminar
  10. Olá Nelson!

    Terei todo o gosto em partilhar contigo esse "segredo", mas mais complicado vai ser demonstrar...

    Um abraço e boa sorte a todos por aí!

    LS

    ResponderEliminar
  11. Pedro Miguel Ferreira Pinto23 de setembro de 2012 às 20:36

    Lamento informar mas o Coronel Cmd Cardoso Ferreira faleceu na quinta feira Até sempre tio

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. CAMARADAS/TIVE A FELICIDADE DE TER FEITO O CURSO DE COMANDOS EM 1976,SENDO COMPANHEIRO DE INSTRUÇÃO/O ENTÃO TENENTE CARDOSO FERREIRA CONHECIDO PELO MÁQUINA.

      PAZ A SUA ALMA,MEU SAUDOSO AMIGO

      ANJO

      Eliminar
  12. Um Grande Senhor, com quem tive a oportunidade de privar, quando prestei serviço no Rcmds, na 2ª Secção INFO/SEG, sendo ele o Oficial de Segurança, designado após o terminus do seu trabalho como Comandante do B.I. Homem nobre de espírito que não via Patentes mas sim Carácteres. A ele "devo" a proposta de Louvor, que foi ratificada pelo Comando da Unidade.

    Bem Haja e um até sempre, meu Coronel!

    ResponderEliminar
  13. Um grande amigo!
    Deixou saudades a sua partida prematura.
    Que descanse em paz.

    ResponderEliminar